Rússia deve discutir aumento de corte na produção de petróleo com a Opep

TÓQUIO (Reuters) - O ministro russo da Energia, Alexander Novak, disse nesta sexta-feira que uma decisão sobre a extensão de um pacto global para cortar a produção de petróleo ainda não foi tomada, mas será discutida com a Organização dos Países Exportadores de Petróleo(Opep)em 24 de maio.

A Opep e outros produtores líderes de petróleo comprometeram-se em reduzir a produção em 1,8 milhão de barris por dia (bpd), com a contribuição russa de cortes de 300 mil bpd a serem gradualmente introduzidos.

O objetivo era reduzir os estoques globais e elevar os preços do petróleo. Apesar de uma recuperação moderada no mercado, os estoques de petróleo permanecem altos e o foco está agora em se os produtores da Opep e não integrantes da Opep prolongarão os cortes no segundo semestre de 2017.

A próxima reunião da Opep está marcada para 25 de maio.

Novak disse que a informação sobre a situação e as previsões do mercado do petróleo ainda estavam sendo digeridas para tirar uma conclusão.

"O secretariado da Opep enviará a informação para todos os países que estão participando do acordo e vamos discutir o assunto durante uma reunião ministerial em 24 de maio", disse Novak.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos