Bolsas

Câmbio

Bovespa sobe 1% com alívio após eleição na França

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subiu nesta segunda-feira, refletindo o alívio do cenário externo após o resultado do primeiro turno da eleição presidencial na França e tendo as ações da Hypermarcas e Natura entre as maiores altas, diante de noticiário corporativo

O Ibovespa fechou em alta de 0,99 por cento, a 64.389 pontos. O volume financeiro foi de 7,67 bilhões de reais.

Os franceses foram às urnas no domingo e levaram ao segundo turno o candidato centrista Emmanuel Macron e a líder de extrema-direita Marine Le Pen, com pesquisas indicando a liderança de Macron na próxima votação. O resultado do pleito francês também refletiu em Wall Street, com o S&P 500 fechando em alta de 1,08 por cento.

Já o cenário político local segue motivando alguma cautela, em meio a discussão das reformas trabalhista e Previdenciária, e operadores destacam que a volatilidade pode voltar nos próximos pregões.

No domingo, o presidente Michel Temer se reuniu com a base aliada e ministros e afirmou que a proposta de mudanças da Previdência apresentada na comissão especial da Câmara na semana passada é a versão final e deve ser aprovada pelo Congresso da forma que se encontra atualmente.

DESTAQUES

- BRADESCO PN avançou 1,83 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN subiu 1,93 por cento, em sessão positiva para o setor bancário como um todo, reforçando o viés de alta do Ibovespa devido ao peso dos papéis em sua composição. SANTANDER UNIT ganhou 1,26 por cento e BANCO DO BRASIL teve alta de 2,87 por cento. Nesta semana, Santander e Bradesco divulgam seus resultados referentes ao primeiro trimestre deste ano.

- HYPERMARCAS ON subiu 3,83 por cento, melhor desempenho do Ibovespa, e fechou no maior patamar desde maio do ano passado, após avançar mais de 7 por cento na máxima do dia e ser negociada no maior valor histórico intradia, de 31,38 reais. As ações reagiram a notícias sobre negociações para venda da empresa a grupos internacionais, embora a Hypermarcas tenha negado tratativas sobre o tema.

- NATURA ON teve alta de 3,28 por cento, diante da possibilidade de a empresa participar em oferta pela Body Shop, com analistas do BTG Pactual avaliando a eventual aquisição como positiva por ajudar a diversificar seu modelo de negócios. A agência Bloomberg informou que a empresa de cosméticos brasileira foi uma das escolhidas pela L'Oreal para ir à próxima rodada de lances pela Body Shop.

- JBS ON avançou 2,09 por cento. A empresa informou na quinta-feira que retomaria nesta segunda-feira as operações em seis das dez unidades de abate de bovinos no Brasil que estavam em férias coletivas.

- PETROBRAS PN teve alta de 1,08 por cento e PETROBRAS ON ganhou 0,84 por cento, após a estatal anunciar no fim da semana passada reajuste nos preços do diesel e da gasolina. Segundo analistas da Coinvalores, a decisão reitera a percepção de que a companhia está comprometida com a nova política de revisão periódica dos preços.

- VALE PNA subiu 0,8 por cento e VALE ON avançou 0,62 por cento, em sessão de leve alta para os contratos futuros do minério de ferro na China e tendo também no radar a revisão da perspectiva do rating da empresa pela S&P, na quinta-feira, de estável para positiva.

- ALPARGATAS PN, que não faz parte do Ibovespa, teve leve alta de 0,08 por cento. A empresa informou na quinta-feira que seu conselho de administração autorizou convocar assembleias de acionistas para decidir sobre migração da companhia para o segmento Novo Mercado da Bovespa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos