Bolsas

Câmbio

Vice-presidente diz que BC do Japão conduz simulação sobre fim dos estímulos

TÓQUIO (Reuters) - O vice-presidente do banco central do Japão, Kikuo Iwata, disse nesta terça-feira que a autoridade monetária está conduzindo um estudo sobre como pode acabar com seu forte estímulo monetário no futuro, mas reconheceu que ainda está longe de atingir sua meta de inflação.

Iwata, falando no Parlamento, disse que o Banco do Japão não quis divulgar a simulação sobre a estratégia de saída porque isso causaria confusão no mercado, dado que sua meta de inflação de 2 por cento permanece distante.

"O Banco do Japão está realizando uma simulação baseada em várias suposições de uma estratégia de saída", disse Iwata a um comitê financeiro na Câmara Alta do Japão, em resposta a uma pergunta de um legislador da oposição.

Ele acrescentou que o banco central vai evitar tornar público os detalhes da simulação, já que isso poderia causar confusão no mercado em um momento em que o banco central está longe de atingir sua meta de inflação de 2 por cento.

O BC do Japão vai se reunir para tratar da política monetária na quarta e quinta-feiras, e a expectativa é de que não faça alterações.

(Por Tetsushi Kajimoto)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos