Dow Jones e S&P 500 caem após proposta de corte de impostos de Trump

NOVA YORK (Reuters) - Os índices acionários dos Estados Unidos fecharam em leve queda nesta quarta-feira, após duas sessões de fortes ganhos, com os fortes lucros corporativos sendo ofuscados por incertezas sobre a viabilidade de uma proposta do governo de corte de impostos corporativos.

O índice Dow Jones caiu 0,1 por cento, a 20.975 pontos, enquanto o S&P 500 perdeu 0,05 por cento, a 2.387 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite fechou estável a 6.025 pontos.

A proposta do presidente dos EUA, Donald Trump, reduz as alíquotas de impostos para pessoas jurídicas e sobre o lucro auferido no exterior e retornado aos EUA. A proposta não dá detalhes sobre como isso seria pago sem aumentar o déficit.

"Há muito para digerir do lado dos impostos e para ser sincero, não temos muitos detalhes nesse momento, a não ser alguns itens da coletiva de imprensa", disse David Lefkowitz, estrategista sênior de ações da UBS Wealth Management Americas em Nova York.

A expectativa de um corte de impostos corporativos foi responsável em parte por uma forte alta dos índices acionários norte-americanos desde a eleição de Donald Trump em novembro. O mercado estagnou ao longo das últimas semanas, já que o governo Trump ainda conseguiu uma grande vitória legislativa, apesar da maioria republicana na Câmara e no Senado.

O S&P 500, no entanto, foi negociado acima de sua máxima recorde de fechamento ao longo do dia. Alguns analistas dizem que, ainda que a reforma tributária seja um grande impulso às ações, o crescimento econômico e dos lucros são suficientes para sustentar os atuais níveis de mercado.

(Por Rodrigo Campos; reportagem adicional de Chuck Mikolajczak)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos