Bolsas

Câmbio

Inflação na zona do euro volta à meta do BCE

BRUXELAS (Reuters) - A inflação na zona do euro subiu mais do que o esperado em abril e atingiu a meta do Banco Central Europeu (BCE), enquanto o núcleo da inflação chegou ao nível mais alto em mais de três anos, de acordo com a primeira estimativa da agência de estatísticas da União Europeia (UE).

A inflação nos 19 países que usam o euro chegou a 1,9 por cento em abril sobre o ano anterior, estimou a Eurostat, contra 1,5 por cento em março e a máxima de quatro anos de 2,0 por cento registrada em fevereiro.

Economistas consultados pela Reuters projetavam que a inflação em abril sobre o ano anterior ficaria em 1,8 por cento.

A meta do BCE para a inflação no médio prazo é de perto mas abaixo de 2 por cento.

O núcleo da inflação, que exclui os preços voláteis de energia e alimentos não processados e que o BCE monitora de perto, também avançou para 1,2 por cento na comparação anual em abril de 0,8 por cento em março, acima da expectativa de 1,0 por cento.

Esse foi o patamar mais alto desde setembro de 2013.

(Reportagem de Philip Blenkinsop)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos