Preços globais de alimentos caem em abril pelo 3º mês consecutivo

ROMA (Reuters) - Os preços globais de alimentos caíram pelo terceiro mês consecutivo em abril, com recuo de todas as commodities agrícolas exceto carnes, disse a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) nesta quinta-feira.

O índice de preços de alimentos da FAO tem registrado queda nos últimos cinco anos, devido à grande oferta, à desaceleração da economia global e ao dólar mais forte.

O índice mede mensalmente as mudanças em uma cesta de produtos, incluindo cereais, oleaginosas, laticínios e açúcar.

Em abril, o índice atingiu 168 pontos, queda de 1,8 por cento ante março.

Os preços da carne suína foram impulsionados por forte demanda na União Europeia e por maiores vendas na China e na Coreia do Sul, enquanto a demanda sazonal elevou os custos da carne ovina.

O açúcar puxou o declínio de todas as outras commodities agrícolas, com recuo de 9,1 por cento devido à expectativa de grande oferta no Brasil em meio a uma demanda fraca por importações ao redor do mundo.

(Por Isla Binnie)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos