Bolsas

Câmbio

Governo trabalha na "sintonia fina" para garantir votos à Previdência, diz Meirelles

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira que está confiante de que o Congresso Nacional aprovará a reforma da Previdência, mas que a área política do governo está trabalhando para garantir uma margem segura para tanto.

"A discussão agora é assegurar uma margem para que não haja dúvida ou surpresas", afirmou ele, após participar de evento no Rio de Janeiro. "Estamos seguros de que haverá aprovação, que há margem para isso, mas a medida da sintonia fina está ainda sendo realizada", acrescentando que no dia seguinte deverá ter nova reunião com senadores, como parte do trabalho de convencimento dos parlamentares.

Meirelles voltou a defender que não há mais espaço para mudanças no atual projeto da reforma da Previdência que, "como está hoje, garante o ajuste fiscal".

Na terça-feira, a comissão especial da Câmara dos Deputados começa a votar os destaques ao projeto, cujo texto-base foi aprovado na semana passada, com alterações importantes em relação à proposta original encaminhada pelo governo. Entre elas, a redução da idade mínima para mulheres se aposentarem a 62 anos, sobre 65 anos.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos