Bolsas

Câmbio

Continental eleva perspectivas de vendas, prevê 2º tri forte

BERLIM (Reuters) - A fabricante de componentes automotivos Continental teve ligeira alta das vendas apesar da perspectiva de alta nos preços de matérias-primas, mas disse que o fluxo de caixa livre despencou no primeiro trimestre em meio à expansão da empresa.

Segunda maior fornecedora do mundo para fabricantes de carros por vendas, a Continental está reforçando o foco em eletrônicos, já que clientes como a Volkswagen, Daimler e Ford aumentaram investimentos em tecnologias elétricas e para carros autônomos.

Na segunda-feira, o grupo indicou que terá um forte segundo trimestre, após reportar resultados melhores do que o esperado de janeiro a março. A empresa também previu que as vendas do ano devem exceder em 500 milhões a meta de 43 bilhões de euros, com a forte demanda por componentes automotivos.

A alta nos custos com matéria-prima vai retirar 175 milhões de euros das vendas de abril a junho antes de diminuir nos próximos trimestres, embora tenda a aumentar preços para amortecer o impacto, disse à Reuters o diretor financeiro Wolfgang Schaefer.

Mas a empresa, que desenvolve tecnologia para assistência a motoristas, sistemas de injeção de combustível e pneus de veículos, admitiu que seu fluxo de caixa livre caiu de 489 milhões para 133 milhões de euros, em meio a gastos persistentes com fábricas de pneus e outras instalações de produção.

(Por Andreas Cremer)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos