Bolsas

Câmbio

Conta de luz deverá ter cobrança extra até novembro, diz diretor da Aneel

  • iStock/Devonyu

RIO DE JANEIRO, 17 Mai (Reuters) - Os baixos níveis dos reservatórios das hidrelétricas do Brasil deverão resultar na manutenção até novembro da bandeira tarifária vermelha nas contas de luz (taxa extra que eleva custos para os consumidores), disse nesta quarta-feira (17) o diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), Romeu Rufino.

A bandeira vermelha patamar 1 (rosa) já está em vigor desde abril, devido a chuvas abaixo da média neste ano que não recuperaram o nível dos reservatórios das hidrelétricas, principal fonte de energia no Brasil. O objetivo da bandeira tarifária é sinalizar o custo real da energia e incentivar o consumo consciente, segundo a Aneel.

O Sudeste, onde estão os maiores reservatórios, deve chegar ao final do período seco com cerca de 20% da capacidade nos lagos das usinas, enquanto o Nordeste poderá chegar em novembro com cerca de 10%, disse o diretor-geral do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), Luiz Eduardo Barata.

A represa de Sobradinho, maior do Nordeste, poderá inclusive chegar a novembro com o reservatório zerado, adicionou Barata, ao participar de evento do setor no Rio de Janeiro.

(Por Rodrigo Viga Gaier; texto de Luciano Costa; edição de Roberto Samora)

Dicas para economizar energia

  •  

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos