Bolsas

Câmbio

Reformas precisam continuar para retomada econômica, diz ministro do Planejamento

SÃO PAULO, 23 Mai (Reuters) - O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, afirmou nesta terça-feira que o Brasil não pode parar e que as reformas continuam sendo importantes para a retomada econômica do país.

"O governo está trabalhado. Não há nenhuma paralisia no governo federal", disse ele durante seminário em São Paulo.

O governo foi duramente atingido após a crise política envolvendo o presidente Michel Temer, que virou alvo de inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução da Justiça, em investigação aberta com base em acordo de delação fechado por Joesley Batista, do grupo JBS. Temer teve uma conversa gravada pelo empresário.

No entanto, para tentar mostrar força, o governo vem se esforçando para ver sua pauta econômica andando no Congresso Nacional. Na véspera, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou que a votação da reforma da Previdência deve começar entre os dias 5 e 12 de junho na Casa.

E, nesta terça-feira, a Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado iniciou a audiência pública para debater o projeto de reforma trabalhista, com expectativa de apresentação do parecer do relator, senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), após o término do debate.

(Por Luiz Guilherme Gerbelli; Edição de Patrícia Duarte)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos