Bolsa da Alemanha fecha em alta de 1,25%, puxada por ações de montadoras

LONDRES, 2 Jun (Reuters) - Os mercados acionários europeus subiram nesta sexta-feira, com os investidores mantendo fortes fluxos para a região, mas os principais índices regionais reduziram os ganhos depois de um crescimento decepcionante nos empregos dos Estados Unidos.

O índice FTSEurofirst 300 subiu 0,26%, a 1.542 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 ganhou 0,23%, a 393 pontos.

O DAX da Alemanha avançou 1,25% e o FTSE do Reino Unido teve leve alta de 0,05%, com ambos atingindo novo recorde mais cedo na sessão.

Os dados do emprego, excluído setor agrícola, dos EUA mostraram um aumento modesto que poderia suscitar preocupações sobre a saúde da economia após o crescimento ter desacelerado no primeiro trimestre. 

"Não é isso o que os mercados financeiros esperavam", disse o economista sênior de Aberdeen Asset Management Paul Diggle.

A alta entre os fabricantes de automóveis impulsionou o DAX alemão, depois de dados de vendas melhores do que o esperado nos EUA. Também foram apoiados pela alta no Linde, depois que os conselhos aprovaram um acordo de fusão de US$ 73 bilhões com o Pee Praxair dos EUA.

Em LONDRES, o índice Financial Times avançou 0,05%, a 7.547 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX subiu 1,25%, a 12.822 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 ganhou 0,47%, a 5.343 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,04%, a 20.928 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,23%, a 10.905 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 valorizou-se 0,07%, a 5.317 pontos.

(Por Helen Reid e Danilo Masoni)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos