Bolsas

Câmbio

Preços caem por temor com sobreoferta em meio à expansão da produção nos EUA

Por Julia Simon

NOVA YORK (Reuters) - Os contratos futuros do petróleo fecharam com queda de mais de 1 por cento nesta sexta-feira, em seu segundo recuo semanal consecutivo, por preocupações de que a decisão do presidente norte-americano Donald Trump de abandonar o acordo climático de Paris poderia acelerar a produção norte-americana e agravar um persistente excesso global de oferta.

Os contratos futuros do Brent caíram 0,68 dólar, ou 1,3 por cento, para 49,95 dólares por barril, enquanto os futuros do petróleo nos Estados Unidos caíram 0,70 dólar, ou 1,5 por cento, a 47,66 dólares por barril.

Ambos os contratos encerraram a semana com queda de cerca de 4 por cento.

Os analistas de mercado estão preocupados com o crescimento da produção de petróleo dos EUA, que está compensando os esforços da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) para reduzir o excesso de oferta global.

Empresas norte-americanas de energia adicionaram 11 sondas de petróleo nesta semana, completando um período recorde de 20 semanas consecutivas de aumento no número de equipamentos em operação, segundo dados da empresa de serviços de energia Baker Hughes.

A retirada dos EUA do acordo para lutar contra as mudanças climáticas foi criticada por aliados de Washington e provocou temores de que a produção de petróleo nos EUA possa se expandir ainda mais rapidamente.

A produção de petróleo dos EUA atingiu na semana passada 9,34 milhões de bpd, o maior nível desde agosto de 2015, e quase 500 mil bpd acima dos volumes registrados no mesmo período do ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos