Setor de energia e Banco Popular pressionam índices acionários europeus

MILÃO/LONDRES (Reuters) - Os mercados acionários europeus caíram nesta segunda-feira pressionados pelas ações dos setores de energia e de bancos, cuja queda foi liderada pelo Banco Popular da Espanha por preocupações de que ele possa ser fechado.

O índice FTSEurofirst 300 caiu 0,13 por cento, a 1.540 pontos, enquanto o índice pan-europeu STOXX 600 perdeu 0,13 por cento, a 392 pontos.

Os bancos exerceram a maior pressão no STOXX, com o Banco Popular caindo 18 por cento e atingindo mínimas recordes devido às preocupações de que ele possa ser fechado se não encontrar um comprador.

A Alemanha e outros mercados acionários europeus permaneceram fechados por feriado, reduzindo a atividade geral.

As ações de petróleo também pressionaram devido à queda dos preços, após países do Golfo e o Egito cortaram laços com o Catar, acusando-o de apoiar os militantes islâmicos.

As ações da francesa Total caíram 0,8 por cento, enquanto a italiana Eni recuou 0,6 por cento.

Em LONDRES, o índice Financial Times recuou 0,29 por cento, a 7.525 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX não abriu.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,66 por cento, a 5.307 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,99 por cento, a 20.721 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 registrou baixa de 0,19 por cento, a 10.884 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 desvalorizou-se 0,74 por cento, a 5.278 pontos.

(Por Danilo Masoni e Helen Reid)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos