Bolsas

Câmbio

BC da Índia mantém principal taxa de juros e corta projeções de inflação

MUMBAI (Reuters) - O banco central da Índia manteve sua principal taxa de juros em 6,25 por cento nesta quarta-feira, como esperado, ao mesmo tempo em que reduziu as projeções para a inflação e adotou um tom menos "hawkish" em seu comunicado de política monetária.

A decisão do banco central indiano de manter a taxa de recompra na mínima de seis anos e meio era esperada por 56 dos 60 analistas consultados pela Reuters antes da reunião do comitê de política monetária.

A taxa de recompra reversa também foi mantida, em 6,00 por cento.

O banco central ainda cortou sua projeção para a inflação ao consumidor para 2 a 3,5 por cento em abril a setembro, contra 4,5 por cento previstos anteriormente; e para 3,5 a 4,5 por cento em outubro a março, contra 5 por cento antes.

A mudança na projeção acontece depois que os preços ao consumidor subiram em abril à taxa anual mais baixa em ao menos cinco anos, desacelerando a 2,99 por cento de 3,89 por cento em março, bem abaixo da meta de 4,0 por cento.

O banco central disse que os riscos à inflação estão "igualmente equilibrados", uma mudança de linguagem em relação ao comunicado de abril, quando citou "riscos de alta" para a inflação.

(Reportagem de Suvashree Dey Choudhury, Swati Bhat e Rafael Nam)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos