Bolsas

Câmbio

Marsh prevê aumento de 60% na área agrícola segurada na nova safra do Brasil

SÃO PAULO (Reuters) - A Marsh, empresa de corretagem de seguros e gerenciamento de riscos, estima que a área agrícola coberta com seguro rural no Brasil na nova temporada (2017/18) poderá aumentar cerca de 60 por cento ante a temporada anterior, para um patamar de 9 milhões de hectares, depois de uma colheita recorde de soja e milho e após o governo ter anunciado mais recursos para subvenção ao setor.

O seguro rural, um dos pontos fracos do robusto agronegócio brasileiro, deverá receber 550 milhões de reais em subvenção governamental em 2017/18, o que representa um crescimento de mais de 37 por cento ante a temporada passada, de acordo com o Plano Safra anunciado na semana anterior.

"Acredito que a área segurada possa ser ainda maior, porque o momento para a safra brasileira é excelente. Isso está criando uma motivação grande em todo o mercado. Os produtores estão motivados para investir", afirmou à Reuters José Zanni, líder da Prática de Agronegócio, Papel e Celulose da Marsh Brasil.

Segundo Zanni, considerando valores de emissão de prêmio, o seguro rural respondia até pouco tempo por apenas cerca de 2 por cento de participação no total no mercado de seguros do Brasil, o que confirma seu potencial de crescimento.

Embora o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, tenha anunciado um forte aumento na subvenção do prêmio do seguro rural, o montante ainda está relativamente distante de 2014, quando se aproximou de 700 milhões de reais e a área segurada foi de 10 milhões de hectares.

"O governo está fazendo um grande esforço, considerando a crise que estamos lidando", comentou Zanni, lembrando que o anúncio do crescimento na subvenção é um primeiro passo para o setor reduzir seus riscos e consolidar uma área maior segurada.

Ao realizar um financiamento ao produtor rural, bancos exigem algum tipo de garantia, e o seguro rural é uma delas.

Segundo dados citados pela Marsh, estima-se que menos de 20 por cento da área agrícola do Brasil tem algum tipo de cobertura securitária.

Na safra passada, por exemplo, apenas 10 por cento da área plantada com soja teve cobertura de seguro, patamar pequeno se comparado com outros grandes países produtores agrícolas, comentou o especialista.

(Por Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos