Bolsas

Câmbio

Consumidores do Reino Unido sofrem mais forte queda no poder de gastos desde a década de 1970

LONDRES (Reuters) - Os consumidores britânicos sofreram a mais forte queda em seu poder de compra desde a década de 1970, mostraram dados oficiais nesta sexta-feira, embora tenha havido sinal de que a economia pode ter ganhado força recentemente.

Os números da Agência Nacional de Estatísticas pintaram um cenário sombrio para os consumidores, que enfrentam os golpes da alta da inflação e da desaceleração do crescimento dos salários.

A receita disponível das famílias, ajustada para a inflação, caiu pelo terceiro trimestre seguido, disse a ONS, devido em parte ao momento dos pagamentos de tributos.

Essa foi a pior série desde a década de 1970 e levou a proporção de poupança das famílias para uma mínima recorde de 1,7 por cento.

A agência confirmou que a economia cresceu apenas 0,2 por cento entre janeiro e março na comparação com os três meses anteriores, desacelerando fortemente ante a alta de 0,7 por cento vista no quarto trimestre de 2016.

O banco central britânico está buscando sinais de aceleração na economia após o início fraco do ano uma vez que planeja quando elevar os juros pela primeira vez em uma década.

(Reportagem de William Schomberg e Andy Bruce)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos