Bolsas

Câmbio

Vergalhão de aço na China toca máxima de 3 anos com temores sobre oferta

Por Muyu Xu e Manolo Serapio Jr

PEQUIM/MANILA (Reuters) - Os preços futuros do vergalhão de aço na China subiram nesta terça-feira para uma máxima de mais de três anos, antes de recuarem no fechamento da negociação, uma vez que as preocupações com o fornecimento mais apertado alimentam apostas de alta em um mercado que já ganhou 26 por cento neste ano.

"Com o início da manutenção anual de equipamentos nas siderúrgicas, há preocupações do mercado quanto à falta de oferta, especialmente devido à repressão ao aço de baixa qualidade", disse um comerciante baseado em Fujian.

Em sua tentativa de combater a poluição atmosférica e o excesso de oferta em seu setor de aço, a China fechou todos os produtores de aço de baixa qualidade que usam fornos de indução no final de junho.

O contrato mais ativo do vergalhão de aço na bolsa de Xangai subiu até 3.448 iuanes, maior nível desde fevereiro de 2014, antes de cair 0,4 por cento para fechar a 3.360 iuanes (494 dólares) a tonelada. O preço do produto utilizado para a construção soma alta de 26 por cento neste ano.

A força do vergalhão impulsionou os futuros de minério de ferro na bolsa de Dalian para uma alta de seis semanas no início do dia antes de recuar.

O contrato atingiu 493 iuanes por tonelada, o mais forte desde 23 de maio. No entanto, fechou com queda de 2,8 por cento a 465 iuanes.

(Por Muyu Xu em Pequim e Manolo Serapio Jr. em Manila)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos