Bolsas

Câmbio

Principais pontos de acordo entre Mercosul e UE precisam ser concluídos em dezembro, diz negociador brasileiro

BRUXELAS (Reuters) - Os principais pontos de acesso ao mercado em um acordo entre o Mercosul e a União Europeia precisam ser concluídos até dezembro, disse o negociador-chefe do Brasil nesta quinta-feira.

A UE e o Mercosul se comprometeram com uma série de negociações até o fim do ano, na qual ambas as partes dizem que é um esforço de última hora na tentativa de selar um acordo que sofreu uma série de reveses desde que as conversas começaram em 1999.

"Você não pode fazer um anúncio de acordo se não tem grandes números sobre o acesso ao mercado. Eu não posso dizer que terminei e não saber qual será o acesso para carne bovina e etanol", disse o negociador chefe do Brasil nas conversas, Ronaldo Costa Filho.

Um acordo com a UE seria o primeiro grande acordo comercial com o Mercosul, embora o bloco tenha agendado conversas com outros países.

A UE tem interesse em acesso a obras públicas, com somente o mercado no Brasil valendo quase 150 bilhões de euros (170 bilhões de dólares), embora em retorno o Mercosul deseje acesso aos mercados agrícolas da UE como carne bovina, açúcar e derivados, como o etanol.

"Etanol é essencial. Eu não posso ir para casa e dizer 'azar'", disse Costa Filho em uma coletiva de imprensa em Bruxelas.

Com o Reino Unido deixando a União Europeia e não obtendo benefícios com o acordo, Costa Filho acrescentou que as portas do Mercosul estão "totalmente abertas" para que o Reino Unido realize um acordo em separado com o bloco.

(Por Robert-Jan Bartunek)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos