Bolsas

Câmbio

Maia diz que pauta da Câmara só será retomada após votação de denúncia contra Temer

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quarta-feira que os trabalhos legislativos da Casa só serão retomados após a conclusão da votação em plenário sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

"Enquanto essa denúncia não tiver sido votada, a gente não vai conseguir reconstruir a agenda da Câmara e isso é fundamental", disse Maia na chegada à Câmara. Ele estimou que a votação poderá ser encerrada no final da tarde ou início da noite desta quarta.

O presidente da Câmara disse que ninguém está "animado" com a votação de uma denúncia contra o presidente, mas é o papel institucional da Casa apreciar o caso. Segundo ele, os prazos da apreciação da denúncia foram cumpridos e os ritos respeitados.

"A matéria está pronta para ser votada e acho que a nossa obrigação é votá-la hoje", disse.

Maia afirmou que o Brasil precisa de uma posição da Câmara e que a Casa Legislativa precisa retomar a sua agenda de votações, tendo como prioridade "número um" a reforma da Previdência.

(Por Ricardo Brito)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos