Bolsas

Câmbio

Nova rodada de repatriação frustra expectativa do governo

BRASÍLIA (Reuters) - A segunda rodada do programa de regularização de ativos no exterior, mais conhecido como repatriação, contou com menos participantes do que o esperado, conforme balanço divulgado pela Receita Federal nesta quarta-feira.

No total, foram 1.935 adesões, informou a Receita, sem revelar o montante efetivamente arrecadado com a iniciativa.

A expectativa da Receita era de que o programa contasse com 10 a 12 por cento do total de participantes da primeira rodada, que contou com 25.114 declarações inscritas.

Na prática, portanto, eram esperadas em torno de 2.500 a 3.000 declarações.

Em nota, a Receita se limitou a dizer que os valores arrecadados serão divulgados "assim que receber informações conclusivas da rede bancária".

No último relatório bimestral de receitas e despesas, o governo havia reduzido sua expectativa de arrecadação bruta com a repatriação neste ano em 9,85 bilhões de reais, a apenas 2,85 bilhões de reais. Cerca de metade do valor arrecadado ainda precisará ser repartido com Estados e municípios, seguindo determinações legais.

A expressiva diminuição da projeção reflete as dificuldades do governo para garantir o cumprimento da meta fiscal deste ano de um déficit primário de 139 bilhões de reais em meio à frustração com a arrecadação e forte dependência de receitas extraordinárias.

Na primeira rodada do programa, encerrada no ano passado, a arrecadação bruta foi 46,8 bilhões de reais.

(Por Marcela Ayres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos