Bolsas

Câmbio

Amazon escolhe local de 1º depósito na Austrália, em mais um passo rumo a lançamento

Por Byron Kaye

SYDNEY (Reuters) - A gigante varejista norte-americana Amazon.com anunciou nesta quinta-feira a localização do seu primeiro depósito na Austrália e nomeou um executivo alemão como gerente no país, sinalizando que está preparada para se lançar na 12ª maior economia do mundo.

Três meses após divulgar os planos de lançar o serviço de compras online Amazon Marketplace na Austrália, a empresa disse que escolheu uma área industrial fora de Melbourne, segunda maior cidade do país, para instalar seu primeiro depósito.

A medida prepara o cenário para uma disputa com outras participantes do mercado varejista australiano, como Myer e JB HiFi, bem como com os sindicatos de trabalhadores, se o exemplo alemão for seguido.

Em dezembro, os funcionários da unidade alemã da Amazon entraram em greve por salários e condições de trabalho melhores.

A Amazon comunicou que estava transferindo seu "diretor de consumíveis" para Alemanha, Rocco Braeuniger, para o cargo de gerente-geral na Austrália.

Tim Kennedy, secretário nacional do Sindicato Nacional de Trabalhadores, que representa empregados de fábricas, disse que a nomeação de Braeuniger era motivo de preocupação.

"Faremos tudo que pudermos para garantir que os funcionários da Amazon tenham o direito de negociar coletivamente e se organizer em seu sindicato, de modo que possam continuar a proteger os direitos conquistados e as condições na Austrália", afirmou Kennedy.

A Amazon não fez comentários adicionais sobre a escolha de Braeuniger, além de dizer que ele já assumiu várias funções na empresa desde 2006. A Alemanha é a maior operação da Amazon fora dos Estados Unidos.

Melbourne é uma escolha óbvia de locação para o depósito da Amazon, dada a proximidade da costa leste da Austrália, onde vive a maior parte da população de 24 milhões de pessoas.

Os australianos já podem comprar produtos da Amazon do exterior, mas ter um depósito local adiciona pressão sobre os varejistas do país interessados em proteger suas já frágeis vendas.

As ações de grupos como Myer e JB HiFi foram vendidas pesadamente desde que os rumores sobre a chegada da Amazon começaram no fim de 2016, mas os papéis pouco oscilaram nesta quinta-feira, um dia em geral mais fraco.

Em comunicado, o diretor de operações da Amazon, Robert Bruce, disse que o depósito, localizado a cerca de 42 qilômetros de Melbourne, estocará "centenas de milhares de produtos para entrega a clientes em toda a Austrália".

A Amazon não informou quando iniciará o serviço na Austrália.

(Por Byron Kaye)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos