Bolsas

Câmbio

Eletrobras quer reduzir gastos com funcionários em R$1,5 bi ao ano

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A estatal Eletrobras buscará a adesão de funcionários a planos de desligamentos voluntários para obter economias anuais de 1,5 bilhão de reais, valor que representa 35 por cento da folha atual, disse o presidente da elétrica, Wilson Ferreira Jr., nesta sexta-feira, em entrevista para comentar os resultados anunciados na noite passada.

O Plano de Aposentadoria Extraordinária (PAE) da Eletrobras teve a adesão de 2.097 funcionários até 14 de julho, informou na véspera a empresa, apontando para uma economia de cerca de 870 milhões de reais.

As economias restantes previstas seriam obtidas com um outro plano de incentivo ao desligamento de funcionários, a ser lançado entre outubro e novembro. No novo plano, a meta é atingir cerca de 2.400 pessoas, com economias de cerca de 600 milhões de reais/ano.

Se a meta de desligamentos for atingida, a empresa reduziria o quadro de funcionários de 17 mil para cerca de 12 mil no grupo.

Ele acrescentou que já houve redução de 689 cargos gerenciais em um ano, ficando acima da meta de 587, com redução de 43,9 milhões de reais em custos.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos