Bolsas

Câmbio

Demanda por energia na China atingirá pico em 2040, diz CNPC

PEQUIM (Reuters) - A demanda por energia na China atingirá um pico em 2040, mais tarde do que na expectativa anterior (2035), uma vez que o consumo de combustíveis para transporte continuará a crescer até meados deste século, avaliou nesta quarta-feira a estatal China National Petroleum Corp (CNPC).

O consumo de energia na China, segunda maior economia do mundo, registrará um pico de 4,06 bilhões de toneladas de petróleo equivalente em 2040, acima da estimativa anterior, de 3,75 bilhões de toneladas, em 2035, estimou a CNPC em seu relatório anual de perspectivas de longo prazo.

A estatal esticou sua projeção porque prevê que a demanda no setor de transportes crescerá até 2050, 20 anos a mais do que o inicialmente esperado.

O consumo de petróleo da China atingirá um limite de 690 milhões de toneladas por ano, equivalente a 13,8 milhões de barris por dia (bpd), em torno de 2030. Anteriormente, esperava-se um pico de 670 milhões de toneladas por volta de 2027. O país é o segundo maior consumidor de petróleo do mundo.

Conforme a CNPC, a demanda por petróleo na China crescerá a uma taxa anual de 2,7 por cento até 2020, reduzindo-se, a partir daí, para 1,2 por cento até 2030.

(Por Muyu Xu e Josephine Mason)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos