Bolsas

Câmbio

Bovespa tem leve alta amparada na Vale, em dia de vencimento

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava em leve alta nesta segunda-feira, rondando o patamar dos 69 mil pontos, com o tom positivo amparado nos ganhos da Vale, mas com investidores evitando grandes apostas à espera de novidades no cenário político local.

A primeira parte da sessão é marcada por vencimento de opções sobre ações, o que pode favorecer alguma volatilidade nos negócios.

Às 11:21, o Ibovespa subia 0,22 por cento, a 68.866 pontos. O giro financeiro era de 2,55 bilhões de reais.

Entre as propostas que o governo do presidente Michel Temer tenta emplacar no Congresso Nacional está o refinanciamento de débitos tributários (Refis), a reoneração da folha de pagamento de empresas e a elevação da contribuição previdenciária de funcionários públicos. Além disso, existe a expectativa pela votação em comissão especial nesta semana da proposta da Taxa de Longo Prazo (TLP) para empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

"O governo Temer tem desafios de sobra: em meio à crise política, tenta avançar vários pontos da agenda econômica", escreveram analistas da corretora Guide Investimentos, em nota a clientes.

O exterior também está no radar dos investidores, que aguardam o evento que reúne autoridades de bancos centrais em Jackson Hole, nos Estados Unidos, que começa na quinta-feira. O mercado espera as declarações de membros do Federal Reserve e do Banco Central Europeu, em busca de sinalização sobre o ritmo do processo de normalização da política monetária.

DESTAQUES

- VALE ON subia 1,36 por cento, acompanhando o movimento dos futuros do minério de ferro na China nesta sessão, com o contrato mais negociado fechando em alta de 6,6 por cento.

- QUALICORP ON avançava 1,44 por cento. Como pano de fundo estava o anúncio da empresa, de um novo plano de recompra de ações, para a aquisição de cerca de até 2,85 por cento dos papéis em circulação no mercado.

- CEMIG PN caía 1,61 por cento, entre os destaques negativos do Ibovespa, após a empresa oferecer ao governo federal pagar 11 bilhões de reais por quatro usinas cujas concessões venceram, buscando evitar que a União leiloe as concessões em setembro. Para a equipe do BTG Pactual, a Cemig não possui os recursos e teria como opção acelerar o programa de desinvestimento.

- PETROBRAS PN recuava 0,74 por cento e PETROBRAS ON tinha baixa de 1,14 por cento, em linha com o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional.

- VULCABRAS ON, que não faz parte do Ibovespa, avançava 4,87 por cento, após a empresa informar que fará ofertas primárias e secundária de ações.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos