Governo prorroga de novo prazo de consulta pública para Plano Decenal de Energia

SÃO PAULO (Reuters) - O Ministério de Minas e Energia prorrogou até 27 de agosto o prazo para interessados realizarem sugestões ao Plano Decenal de Expansão de Energia 2026, de acordo com portaria publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União.

Essa foi a segunda vez em que a pasta adiou o prazo final da consulta pública. Inicialmente, a data limite era 6 de agosto, depois prorrogada para 17 de agosto e, agora, para o próximo dia 27.

Com o plano, o Brasil prevê uma expansão de cerca de 41 gigawatts na capacidade instalada de geração de energia até 2026, com predomínio das usinas eólicas e solares, que deverão responder por quase 19 gigawatts no período.

O plano, da estatal Empresa de Pesquisa Energética (EPE), aponta ainda que essa trajetória deverá demandar cerca de 174,5 bilhões de reais em investimentos no período.

Além disso, a perspectiva é que ao final do plano a participação das hidrelétricas, carro-chefe da geração no Brasil, caia para menos de 50 por cento da matriz elétrica, ante pouco mais de 60 por cento atualmente.

Confira a íntegra da portaria publicada no Diário Oficial da União: http://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=39&data=21/08/2017

(Por José Roberto Gomes)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos