Ações disparam e valor de mercado da Eletrobras sobe R$9 bi após anúncio de privatização

SÃO PAULO (Reuters) - As ações da Eletrobras dispararam nesta terça-feira, elevando o valor de mercado da estatal de energia elétrica em 9,14 bilhões de reais, após o governo anunciar plano de desestatizar a empresa que vem enfrentando dificuldades nos últimos anos.

A ação ordinária da estatal avançou 49,3 por cento, a 21,20 reais, enquanto a preferencial se valorizou em 32,08 por cento, a 23,55 reais.

Apesar da alta dos papéis vista nesta sessão, o desempenho no ano ainda é negativo, com as ações ON acumulando perda de 7,06 por cento, enquanto os papéis PN têm queda de 2,04 por cento no período.

O processo de desestatização da Eletrobras deve ser concluído até o fim do primeiro semestre do próximo ano e ainda não tem uma modelagem defina, mas já atrai interesse de empresas.

A EDP Brasil mantém o interesse em comprar fatias da Eletrobras em hidrelétricas em que as empresas são sócias, e a privatização da companhia estatal também deve ser avaliada. Já o presidente-executivo da Engie Brasil Energia, Eduardo Sattamini, disse que o modelo de venda do controle da estatal deve atrair principalmente investidores financeiros.

Segundo o secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, a desestatização da elétrica poderia ser por venda direta de controle ou por emissão de ações e consequente diluição da participação do governo na empresa.

"A proposta de perda de controle por aumento de capital não precisaria de aprovação do Congresso, o que, em teoria facilitaria sua execução... A ideia de diluição de controle nos parece ser a mais viável, na situação de uma verdadeira tentativa de turnaround na empresa, já que as restrições de empresa estatal e os passivos históricos da companhia impedem uma gestão mais efetiva atual", escreveu mais cedo a equipe do Credit Suisse em nota a clientes.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos