Votação da TLP em comissão é adiada para quarta-feira, diz líder do governo no Congresso

BRASÍLIA (Reuters) - A votação na comissão mista do texto-base que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP) foi adiada para as 9h de quarta-feira, informou o líder do governo no Congresso, deputado André Moura (PSC-SE).

A programação inicial previa a votação da TLP nesta terça, mas a sessão foi interrompida pelo presidente da comissão mista, senador Lindbergh Farias (PT-RJ), que justificou que a MP não trazia os requisitos orçamentários necessários.

O término da sessão causou protestos de membros da base governista, que buscavam um meio de destituir o senador petista da presidência da comissão.

A TLP balizará o custo dos financiamentos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que passará a contar com menos subsídios da União, dentro de esforços para buscar o reequilíbrio das contas públicas e elevar a potência da política monetária.

O adiamento da votação levou cautela ao mercado financeiro no fim de sessão, ansioso pela aprovação da medida. O dólar avançou 0,40 por cento, a 3,1810 reais na venda.

(Reportagem Silvio Cascione)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos