Futuros de ferro e aço interrompem rali e fecham em queda na China

MANILA (Reuters) - Os futuros de aço e ferro na China caíram cerca de 4 por cento nesta quarta-feira, pressionados por uma venda generalizada no mercado de aço que contaminou a cotação da matéria-prima, interrompendo um rali que havia colocado o minério de ferro nesta semana no maior nível em cinco meses.

O recuo ocorreu após a Associação de Ferro e Aço da China dizer que vê pouca probabilidade de escassez de aço, apesar da pressão contra indústria poluentes e produtores de aço de baixa qualidade, limitando a perspectiva de novas altas nos preços.

Mas operadores afirmam que as perdas podem ser passageiras, já que a China, maior produtor mundial, mantém uma demanda forte e tem estoques apertados em meio às reformas de Pequim para conter o excesso de capacidade.

O contrato mais ativo do vergalhão de aço na Bolsa de Xangai fechou em baixa de 4 por cento, a 3.779 iuanes (567 dólares) por tonelada.

O minério de ferro na Bolsa de Dalian cedeu 3,8 por cento e terminou em 578,50 iuanes por tonelada, após mínima na sessão de 565 iuanes. Mais cedo nesta semana, o contrato chegou a atingir 609,50 iuanes por tonelada, maior patamar desde 16 de março.

(Por Manolo Serapio Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos