Total aposta em venda de gás e eletricidade na França; mira 2 milhões de clientes

PARIS (Reuters) - A companhia francesa de petróleo e gás Total começará a comercializar gás e eletricidade na França até o fim deste ano, e o objetivo da empresa é ganhar cerca de dois milhões de consumidores, disse o presidente Patrick Pouyanne nesta quarta-feira.

Questionado na rádio e TV BFM Business sobre quando a Total pode começar a vender gás e eletricidade, Pouyanne disse: "Em breve, antes do início do ano."

Ele disse que após a aquisição da comercializadora belga de eletricidade Lampiris no ano passado, a Total tem cerca de 500 mil clientes de energia no varejo na França. A expectativa é aumentar esse número para dois milhões.

"Vamos tentar ganhar clientes franceses vendendo gás e eletricidade competitivamente e com um sistema moderno e digital... a Total é (uma marca) bem conhecida e de confiança", disse Pouyanne.

Ele afirmou que vender gás aos clientes de varejo é uma extensão natural da produção de gás da empresa, que responde por quase metade de seu faturamento.

Pouyanne disse que a Total pagou cerca de 200 milhões de euros pela Lampiris em junho de 2016. A companhia quer se tornar um dos líderes do setor de eletricidade e energia renovável dentro de 20 anos. No último ano, a Total também adquiriu a fabricante de baterias Saft.

A Total é uma das diversas empresas que buscam ganhar participação no mercado após o fim do monopólio da estatal EDF, cuja fatia no setor caiu para cerca de 87 por cento após a abertura do mercado, há dez anos atrás.

(Por Geert De Clercq)

((Tradução Redação São Paulo, 5511 56447765))

    REUTERS LM LC

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos