Bolsas

Câmbio

BBVA está em negociações para vender banco chileno ao Scotiabank

Por Jesús Aguado e Matt Scuffham

MADRI/TORONTO (Reuters) - O banco BBVA disse nesta quinta-feira que está avaliando uma possível venda de seu banco de varejo no Chile, depois que o canadense Bank of Nova Scotia manifestou interesse em comprar até 100 por cento da instituição.

Nesta quarta-feira, o BBVA Chile tinha um valor de mercado de 1,2 bilhão de euros (1,4 bilhão de dólares).

O segundo maior banco da Espanha disse que não poderia dizer se as negociações levarão a um acordo ou quais seriam seus termos.

Um porta-voz do BBVA disse que o banco espanhol não estava considerando sair do Chile, onde também possui uma unidade de financiamento ao consumidor.

O Bank of Nova Scotia, ou Scotiabank, confirmou em um comunicado nesta quinta-feira que está em "discussões exploratórias não vinculativas" com o BBVA Espanha para adquirir o BBVA Chile.

"Neste momento, nenhum acordo formal está em vigor e não pode haver garantia de que esse processo resultará em um acordo final", afirmou.

O BBVA tem uma participação de 68 por cento no BBVA Chile, enquanto 29 por cento pertencem à família chilena Said e o resto das ações estão em mercado.

(Por Jesús Aguado e Matt Scuffham)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos