Bovespa sobe e bate recorde intradia a 74 mil pontos com alívio em cena política e exterior

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subia nesta segunda-feira, estabelecendo nova máxima histórica intradia, em 74 mil pontos, diante de uma visão mais otimista em relação à política brasileira e com o cenário externo também mais favorável a ativos de risco.

Às 11:47, o Ibovespa subia 1,57 por cento, a 74.228 pontos, maior cotação intradia do índice. O recorde anterior intradia era de 73.920 pontos, alcançado em 29 de maio de 2008. O giro financeiro era de 2,5 bilhões de reais.

Localmente, o pedido de prisão de delatores da J&F, controladora da JBS, trouxe mais fôlego ao mercado, com a visão de enfraquecimento de uma nova eventual denúncia contra o presidente Michel Temer e de mais força para o governo avançar a agenda de reformas.

"Agenda de reformas pode voltar ao radar após a prisão dos delatores da J&F, com expectativa pela retomada da governabilidade de Temer", escreveram os analistas da corretora Lerosa Investimentos em nota a clientes.

O exterior também favorecia o tom positivo, com a redução das preocupações com as tensões geopolíticas após a Coreia do Norte não conduzir novos testes nucleares e com alívio após o enfraquecimento da tempestade Irma. Em Wall Street, o S&P 500 avançava 0,87 por cento.

DESTAQUES

- JBS ON subia 0,61 por cento, revertendo as perdas iniciais, tendo no radar a venda da Moy Park para a Pilgrim's Pride, que tem a própria JBS como acionista majoritária, em uma transação que avalia a empresa em cerca de 1,3 bilhão de dólares. Também como pano de fundo estava o pedido de prisão de executivos da controladora J&F.

- PETROBRAS PN subia 1,16 por cento e PETROBRAS ON ganhava 0,92 por cento, tendo no radar os desinvestimentos da empresa após a petroleira iniciar processo para venda de ativos de fertilizantes e também ganhando respaldo do cenário político local mais favorável.

- VALE ON tinha alta de 1,33 por cento, com os contratos futuros do minério de ferro na China mostrando recuperação nas negociações noturnas no mercado asiático, após quedas vistas mais cedo.

- ELETROBRAS ON tinha alta de 7,11 por cento e ELETROBRAS PNB avançava 6,23 por cento, entre as maiores altas do Ibovespa, com as perspectivas de avanço nos planos de privatização da empresa.

- BRADESCO PN avançava 2,74 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN subia 1,24 por cento, ajudando o tom positivo do Ibovespa devido ao peso dessas ações em sua composição.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos