Confiança do consumidor do Brasil sobe para o maior nível desde fevereiro, mostra Thomson Reuters/Ipsos

SÃO PAULO (Reuters) - A confiança do consumidor do Brasil avançou em setembro para o maior patamar desde fevereiro, apontou o indicador da Thomson Reuters/Ipsos divulgado nesta quarta-feira.

O Índice Primário de Sentimento do Consumidor (PCSI, na sigla em inglês) subiu 2,2 pontos ante agosto e atingiu 40,4 pontos neste mês. Em fevereiro, o índice estava em 40,8 pontos.

Na leitura de setembro, houve melhora em dois subíndices analisados pelo levantamento. O quesito investimentos passou a 42,3 pontos em setembro ante 37 em agosto.

Houve avanço também no subíndice que avalia as condições atuais da economia, para 32,3 pontos, de 27,3 na pesquisa de agosto.

Já os subíndices que avaliam as expectativas e o mercado de trabalho recuaram em setembro.

No quesito expectativas, houve queda de 1,6 ponto em setembro, para 60,7 pontos, e no de mercado de trabalho ligeiro recuo de 0,2 ponto, para 30,5 pontos.

Em agosto, a confiança do consumidor apurada pela Fundação Getulio Vargas (FGV) recuou pelo terceiro mês seguido, em um ambiente ainda de incertezas sobre evolução da economia.

(Por Luiz Guilherme Gerbelli)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos