Topo

Bombardier negocia modelo C-Series com chinesas

26/09/2017 19h05

XANGAI (Reuters) - A Bombardier quer fechar acordos com aéreas chinesas nos próximos meses e negocia com as três maiores do setor no país, disse um executivo da Bombardier nesta terça-feira.

Marc Meloche, chefe de finanças da Bombardier Comercial Aircraft, disse que a fabricante de aeronaves também discute com empresas de leasing sobre a venda de C-Series. Ele falou à Reuters enquanto estava na China.

O executivo disse que o interesse da China é alto. "A Bombardier está conversando com as três principais aéreas chinesas, bem como muitas organizações regionais e startups. Todos estão muito interessados no Bombardier C-Series".

O modelo tem de 110 a 130 assentos, acima do limite chinês de 100 lugares para jatos regionais, mas Meloche disse que a empresa pode fazer ajustes para se adequar aos critérios legais.

O C-Series compete com a brasileira Embraer, bem como aviões menores da Boeing e da Airbus.

(Por Brenda Goh)

Mais Economia