Bolsas

Câmbio

Bovespa opera sem viés após melhor trimestre em 8 anos, com política no radar

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista operava sem tendência firme nesta segunda-feira, após fechar setembro com a maior alta trimestral em oito anos, com investidores evitando grandes apostas à espera de mais clareza na cena política local, especialmente sobre o avanço de reformas no Congresso.

Às 11:59, o Ibovespa subia 0,15 por cento, a 74.401 pontos. O giro financeiro era de 2,3 bilhões de reais.

As negociações do governo para barrar a mais recente denúncia contra o presidente Michel Temer seguem no centro das atenções, com investidores avaliando as chances desse processo atrasar ou levar a alterações nas propostas de reformas, principalmente a da Previdência.

"Investidores vão ficar atentos na capacidade do governo de impedir a tramitação da denúncia..., mas também a que custo isso se dará", escreveram os analistas da corretora Lerosa Investimentos, em nota a clientes.

No exterior, os dados positivos sobre atividade industrial na China, que cresceu em setembro no ritmo mais rápido desde 2012, assim como números positivos do setor de serviços chinês, ajudavam a melhorar a perspectiva para o minério de ferro, amparando o tom positivo de mineradoras no pregão paulista.

DESTAQUES - PETROBRAS PN caía 0,59 por cento e PETROBRAS ON tinha baixa de 0,25 por cento, acompanhando o movimento dos preços do petróleo no mercado internacional.

- AMBEV ON perdia 1,9 por cento, entre as maiores quedas do Ibovespa, pressionado pela previsão de gasto de cerca de 1 bilhão de reais ainda este ano, após adesão a programa de regularização tributária que envolve contingências tributárias de cerca de 3,5 bilhões de reais.

- SUZANO PAPEL E CELULOSE PNA avançava 1,09 por cento, após os acionistas da empresa aprovarem a conversão de ações preferenciais em ordinárias, como parte do processo de migração para o segmento Novo Mercado da B3.

- VALE ON subia 0,85 por cento, com os ganhos amparados nos dados otimistas para a economia chinesa divulgados no fim de semana. A atividade industrial no país asiático, forte consumidor da produção da Vale, cresceu em setembro no ritmo mais rápido desde 2012, enquanto o crescimento do setor de serviços no mês passado foi o mais alto desde maio de 2014.

- CSN ON tinha alta de 3 por cento, após os dados positivos da China e também diante da perspectiva pela divulgação de balanços atrasados da empresa. Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, a CSN deve divulgar os balanços até a segunda semana de outubro.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos