Bolsas

Câmbio

Exportação de petróleo do Brasil cresce em agosto; sobe 43% no acumulado do ano

SÃO PAULO (Reuters) - A exportação de petróleo do Brasil atingiu 32 milhões de barris em agosto, crescimento de 14,4 por cento ante o total registrado em igual mês de 2016, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) nesta segunda-feira.

No acumulado do ano até agosto, a exportação de petróleo pelo Brasil aumentou 43,1 por cento ante igual período de 2016, para 270,49 milhões de barris, segundo a ANP.

Paralelamente, as importações de derivados de petróleo em agosto atingiram 20,7 milhões de barris, ligeiramente acima dos 20,2 milhões de barris de igual mês do ano passado, mas que levaram as compras externas no acumulado do ano para 154,05 milhões de barris (alta de 22,8 por cento).

As importações de gasolina A cresceram 5,55 por cento em agosto na comparação anual, para 1,97 milhão de barris, e já são 66,6 por cento superiores no acumulado de 2017, com 21,25 milhões de barris.

No caso do diesel, as compras foram de 7,90 milhões de barris em agosto (alta de 61,22 por cento), com o acumulado indo a 50,88 milhões de barris (avanço de 60,8 por cento).

Em relação ao etanol anidro, as importações em agosto praticamente dobraram na comparação anual e totalizaram 850,97 mil barris, interrompendo uma sequência de quedas iniciada em junho.

No acumulado de 2017, as importações do biocombustível já são 346,5 por cento maiores, com 9,36 milhões de barris.

As fortes importações do produto levaram o setor sucroenergético nacional a pedir a taxação das compras, algo que se concretizou no mês passado após decisão da Camex.

(Por Roberto Samora e José Roberto Gomes)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos