Bolsas

Câmbio

Bovespa sobe com influência de Petrobras, após ministro falar em privatização

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice acionário da B3 subia nesta terça-feira, com as ações da Petrobras dando respaldo ao tom positivo do mercado, após o ministro de Minas e Energia dizer que uma eventual privatização da petroleira pode "acontecer" no futuro, embora tenha afirmado que o assunto não deve ser pauta do atual governo.

Às 12:36, o Ibovespa subia 1,65 por cento, a 75.586 pontos. O giro financeiro era de 3,42 bilhões de reais.

O tom positivo do mercado acionário era sustentado também nos sinais recentes de recuperação da economia, com números de inflação mais fracos e expectativa de manutenção da queda de juros.

"Neste front, temos tido boas notícias", escreveram analistas da corretora Guide Investimentos, citando entre os destaques recentes os dados da balança comercial brasileira, com superávit recorde para setembro.

Nesta manhã, os números da produção industrial mostraram queda inesperada em agosto, mas com pressão localizada e não indicando reversão de tendência, segundo o coordenador da pesquisa no IBGE, André Macedo.

DESTAQUES

- PETROBRAS PN subia 2,53 por cento e PETROBRAS ON ganhava 2,83 por cento, reagindo às declarações do ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, durante o programa Roda Viva, da TV Cultura, de que uma eventual privatização da petroleira pode "acontecer" no futuro. Nesta sessão, o ministro disse que o assunto está "fora de cogitação", mas reconheceu que um debate sobre esse tema pode ser iniciado no futuro, mas não no atual governo.

- ELETROBRAS ON avançava 4,72 por cento e ELETROBRAS PNB tinha alta de 5,62 por cento, diante das perspectivas sobre a privatização da empresa. Na véspera, o presidente da companhia, Wilson Ferreira Jr., disse que a divulgação da modelagem para o processo de privatização da empresa deve ocorrer até o final do ano. Também no radar estava a declaração do ministro de Minas e Energia, de que o processo de privatização incluirá Furnas e Chesf.

- USIMINAS PNA tinha valorização de 5,2 por cento, enquanto CSN ON avançava 4,35 por cento e GERDAU PN tinha alta de 2,27 por cento. O movimento positivo era respaldado por perspectivas positivas para a economia global, diante de indicadores recentes sinalizando recuperação da atividade industrial na China e na zona do euro.

- KROTON ON subia 3,58 por cento, amparada na expectativa por investimento em educação básica, após a empresa informar que já tem na mira 16 ativos para aquisição, dos quais três estão em estágio avançado de negociação.

- BRADESCO PN ganhava 1,84 por cento e ITAÚ UNIBANCO PN tinha alta de 1,68 por cento, ajudando o tom positivo do Ibovespa devido ao peso desses papéis em sua composição.

(Por Flavia Bohone)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos