Cade aprova joint venture da Gás Natural Açu e Siemens

SÃO PAULO (Reuters) - O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) deu o aval para uma joint venture entre a Gás Natural Açu (GNA) e a Siemens AG, para desenvolver, implementar e explorar a unidade termoelétrica GNA 1 e o terminal de Regaseificação de GNL, entre outros projetos.

A GNA é de propriedade da Prumo Logística. A alemã Siemens fornecerá turbina a gás (HDGT - Heavy Duty Gas Turbine) como parte de uma ilha de energia, incluindo os serviços associados para o projeto da termoelétrica GNA 1.

"Considerando-se que as participações, tanto da UTE GNA 1 (menor que 10 por cento) no mercado de energia, quanto dos equipamentos fornecidos pela Siemens em seu mercado... são reduzidas, não se vislumbra risco de condutas anticompetitivas advindas da integração vertical resultante da operação", avaliou a Superintendência Geral do Cade, conforme publicação no Diário Oficial da União nesta quarta-feira.

"Ademais, reitera-se que a UTE GNA 1 é pré-operacional, o que reduz ainda mais qualquer preocupação de ordem concorrencial."

(Por Raquel Stenzel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos