Bolsas

Câmbio

PF detém italiano Cesare Battisti

BRASÍLIA (Reuters) - A Polícia Federal deteve Cesare Battisti, um italiano ex-membro de guerrilha de esquerda condenado por assassinato em seu país, nesta quarta-feira, conforme tentava cruzar a fronteira para a Bolívia, informou a PF.

Batisti foi encaminhado à delegacia da PF em Corumbá (MS), onde prestava depoimento sobre crime de evasão de divisas.

"Na tarde de hoje, policiais rodoviários federais abordaram um veículo particular onde se encontrava o estrangeiro. Durante a abordagem foi identificado que Cesare Batisti, juntamente com dois outros passageiros, portavam uma quantia significativa em moeda estrangeira", disse a PF em nota.

"Por se tratar de região de fronteira, os policiais rodoviários federais comunicaram a Polícia Federal, que realizou o acompanhamento do referido veículo até a divisa entre os dois países. O estrangeiro foi detido no momento em que tentava sair do Brasil em um taxi boliviano", acrescenta o comunicado.

Segundo a PF, o crime de evasão de divisas se configura quando uma pessoa envia valores para o exterior sem a devida declaração à autoridade competente.

Battisti havia sido condenado à prisão perpétua na Itália, onde foi condenado por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando pertencia ao grupo guerrilheiro chamado Proletários Armados pelo Comunismo. Ele escapou da prisão em 1981 e morou na França antes de seguir ao Brasil para evitar ser extraditado para a Itália.

    O advogado de Battisti, Igor Sant’Anna, disse ter ouvido sobre a detenção através da mídia, mas disse à Reuters que buscara um habeas corpus na semana passada por conta do risco do governo do presidente Michel Temer poder aceitar o pedido da Itália. .

    O Globo relatou na semana passada que a Itália havia pedido para o governo Temer revisar a situação de Battisti, que recebeu status de refugiado pelo ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva em seu último dia no cargo, em 2010. Lula havia recusado o pedido de extradição italiano, uma decisão que prejudicou as relações entre os dois países.

    (Reportagem de Anthony Boadle)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos