Bolsas

Câmbio

PSDB pede vaga na CCJ e relator da denúncia contra Temer terá de ocupar espaço de outro partido na comissão

BRASÍLIA (Reuters) - A bancada do PSDB na Câmara pediu de volta a vaga ocupada na Comissão de Constituição e Justiça pelo deputado Bonifácio de Andrada (PSDB-MG), relator da denúncia contra o presidente Michel Temer e dois ministros, evidenciando o racha interno na bancada entre os que defendem a saída do governo e os que ainda o apoiam.

Segundo a consultoria da CCJ, Bonifácio permanece relator do caso, mas terá de ocupar uma cadeira a ser cedida por algum outro partido no colegiado.

Pelas regras regimentais, os partidos --e não os deputados-- é que detém as vagas nas comissões. O PSDB, que passa por uma cada dia mais evidente divisão interna, decidiu nesta quinta-feira sugerir que Bonifácio seja acolhido por outra sigla para seguir relatando o caso após reunião de dirigentes do partido com o deputado.

“Os dirigentes informaram que vão sugerir ao presidente da CCJ que Bonifácio relate o processo contra Temer na vaga de outro partido na comissão”, afirmou o perfil oficial da bancada tucana no Twitter.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos