Bolsas

Câmbio

Fed deve manter juros antes de decisão de Trump sobre chair do banco central dos EUA

Por Lindsay Dunsmuir

WASHINGTON (Reuters) - O Federal Reserve deve deixar inalterada a taxa de juros nesta quarta-feira em meio às especulações sobre quem será seu próximo comandante, mas o banco central norte-americano deverá destacar uma economia firme conforme caminha para um possível aumento dos juros no próximo mês.

O Fed elevou os juros duas vezes desde janeiro e prevê atualmente mais um aumento até o fim do ano como parte de um ciclo de aperto monetário que começou no final de 2015.

Investidores descartaram uma ação ao final da reunião desta semana. O Fed divulgará seu comunicado de política monetária às 16h (horário de Brasília).

Mas os mercados irão avaliar o texto em busca de confirmação de que o banco central está no caminho de um aumento dos juros em dezembro, embora a atenção tenda a se voltar rapidamente para quem estará no comando do Fed quando o mandato da chair Janet Yellen terminar em fevereiro de 2018.

O presidente dos EUA, Donald Trump, que entrevistou Yellen, o diretor do Fed Jerome Powell e outros três para o cargo, deve anunciar sua indicação na quinta-feira.

Powell, um centrista que defendeu a postura de gradualismo de Yellen em relação à alta dos juros, é considerado o favorito para a posição.

"O resultado é que a reunião provavelmente será um evento chato para os mercados, ofuscada pela esperada decisão sobre o chair do Fed", disse o economista-chefe do Deutsche Bank Torsten Slok.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos