Bolsas

Câmbio

Provável escolhido de Trump para assumir o Fed concentra-se em regulação em discurso

Por Jonathan Spicer

NOVA YORK (Reuters) - O homem que deve assumir as rédeas do Federal Reserve, banco central norte-americano, no ano que vem disse nesta quinta-feira que a transição de Wall Street da taxa de juros de referência global Libor e outras taxas será complicada e custosa, mas provavelmente necessária.

Em um discurso em vídeo pré-gravado em Washington, o diretor do Fed, Jerome Powell, concentrou-se no negócio de regulamentação dos bancos mesmo no momento em que os mercados procuram saber como ele administraria o banco central mais poderoso do mundo. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deve indicá-lo ainda nesta quinta-feira como sucessor da atual chair do Fed Janet Yellen.

Depois de se desculpar por não poder comparecer pessoalmente à conferência em Nova York, Powell disse que a transição da Libor "envolverá custos significativos" para os operadores e outros que dependem dela. Ainda assim, isso deve ser necessário já que se descobriu que alguns dos maiores bancos do mundo vêm manipulando a Libor nos últimos anos, estabelecendo o prazo de 2021 para um novo sistema.

"Temos que reconhecer que a transição será complicada. Infelizmente, como já discuti, não podemos garantir que não será necessária", disse Powell, um centrista que atua como diretor do Fed desde 2012, ao grupo de participantes do mercado.

"Apesar destas complicações e custos, uma transição pode se mostrar necessária".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos