Escritório de advocacia entra com ação contra Petrobras por perdas com corrupção

SÃO PAULO (Reuters) - O escritório de advocacia Almeida Advogados, que liderou a concretização da Class Action contra a Petrobras nos Estados Unidos, informou nesta segunda-feira que ajuizou Ação Civil Pública perante a 6ª Vara de São Paulo pedindo indenização aos investidores que tiveram perdas por conta do escândalo de corrupção revelado pela Operação Lava Jato.

"A Ação Civil Pública proposta foi cuidadosamente concebida para gerar efeitos erga omnes, potencialmente beneficiando, ao final, todos aqueles investidores que adquiriram as ações na B3/BM&F Bovespa, que serão ressarcidos pelas perdas sofridas em decorrência da desvalorização decorrente do bilionário esquema de corrupção, má gestão e alavancagem financeira dolosa ocorrida na Petrobras", afirmou o escritório em nota.

Segundo o escritório, trata-se de uma "iniciativa ousada e inédita", promovida em conjunto com a Associação dos Investidores Minoritários.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos