Governo vai diminuir fatia na Eletrobras para menos de 40%, diz Planejamento

Luciano Costa

  • Foto: Wilton Júnio /Estadão Conteúdo

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal deve reduzir sua participação acionária na estatal Eletrobras a menos de 40% em meio ao plano de desestatizar a companhia, disse nesta segunda-feira (6) o ministro do Planejamento, Dyogo de Oliveira, durante encontro com empresários em Madri, na Espanha, segundo mensagens no Twitter da pasta.

O ministro disse ainda que uma oferta de novas ações da Eletrobras na Bolsa paulista B3, para diluir a fatia da União na companhia, deve acontecer "em 2018, se possível no primeiro semestre", segundo o Twitter do ministério.

Atualmente, a União, fundos ligados ao governo e o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) somam uma participação de mais de 60% na elétrica.

Os planos de privatização da Eletrobras devem ser tratados em reunião nesta segunda-feira entre o presidente Michel Temer e o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos