Bolsas

Câmbio

Cargueiro da Embraer passa por incidente durante voo de teste no interior de SP

SÃO PAULO (Reuters) - Um dos protótipos do cargueiro militar recentemente desenvolvido pela Embraer, maior avião já construído no Brasil, se envolveu em um incidente de voo durante testes no interior de São Paulo, em meados de outubro, informou a companhia nesta quarta-feira.

A companhia confirmou o incidente após publicação nesta quarta-feira pela revista especializada Aero Magazine, que citou que a aeronave, KC-390, "quase se envolveu em um acidente fatal". "O motivo teria sido o deslocamento do centro de gravidade durante uma das manobras", segundo a revista.

A publicação, que citou um "engenheiro envolvido no projeto", informou que durante uma das manobras do teste um dos equipamentos usados no registro dos dados do voo "se desprendeu, correndo para a parte posterior do compartimento de carga e desbalanceando o avião". O desprendimento, segundo a fonte citada pela revista, gerou rápido deslocamento do centro de gravidade do avião, que "girou no próprio eixo enquanto perdia altura".

"Os pilotos conseguiram recuperar a aeronave a pouco mais de 1.000 pés em relação ao terreno, o que significa cerca de 300 metros", escreveu a revista, que citou que o protótipo sofreu danos estruturais.

Procurada, a Embraer negou que o incidente tenha gerado danos à estrutura primária (fuselagem) do protótipo do cargueiro, mas citou que algumas carenagens externas e janelas de inspeção foram danificadas e precisarão ser reparadas antes da aeronave voltar a voar. A empresa não especificou quanto tempo os reparos vão durar ou quando será o próximo voo do avião.

"O protótipo 001 da aeronave de transporte e reabastecimento Embraer KC-390 experimentou um evento além do limite planejado no teste de uma das várias configurações experimentadas durante um voo de teste de certificação para avaliar as qualidades de voo em baixa velocidade com simulação de formação de gelo", afirmou a fabricante em comunicado à imprensa.

"A tripulação executou os procedimentos de recuperação recomendados e conseguiu retornar ao ângulo de ataque normal de voo, porém, as características e a duração das manobras resultaram em uma perda de altitude substancial excedendo limites operacionais tanto de velocidade como de fator de carga", acrescentou a companhia.

Segundo a Embraer, a aeronave pousou normalmente no local de teste da Embraer em Gavião Peixoto (SP). "Todos os sistemas da aeronave se comportaram conforme o esperado durante todo o voo", afirmou a empresa.

A Embraer informou ainda que o cronograma de certificação do KC-390 não foi afetado e que a entrada em serviço do avião está confirmada para 2018 com a entrega da primeira aeronave para a Força Aérea Brasileira.

Em abril, o presidente da área de produtos militares da companhia, Jackson Schneider, afirmou que a FAB encomendou 28 unidades do KC-390 por 7,2 bilhões de reais, com duas entregas em 2018 e três em 2019.

Às 16:52, as ações da Embraer tinham baixa de 1,9 por cento, entre as principais quedas do Ibovespa, que recuava 0,8 por cento.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos