Bolsas

Câmbio

Expectativa piora com força e confiança do consumidor do Brasil cai em novembro, mostra Thomson Reuters/Ipsos

SÃO PAULO (Reuters) - A confiança do consumidor do Brasil voltou a recuar em novembro após duas altas seguidas diante da forte queda das expectativas, de acordo com o indicador da Thomson Reuters/Ipsos divulgado nesta quarta-feira.

O Índice Primário de Sentimento do Consumidor (PCSI, na sigla em inglês) registrou queda de 1,6 ponto em novembro na comparação com outubro e foi a 40,0 pontos. A queda ocorre após o índice atingir no mês anterior o maior nível desde maio de 2015.

A principal influência para o resultado do mês foi o subíndice que avalia as expectativas, com queda de 4,2 pontos, chegando a 60,7 pontos.

O subíndice de investimento caiu 1,5 ponto, para 40,5 pontos, enquanto a avaliação sobre as condições atuais apresentou recuo de 0,4 ponto, para 31,4 pontos.

O quesito que mede o mercado de trabalho foi o único que não mostrou piora no mês, mantendo-se em 31,7 pontos.

A confiança do consumidor em outubro apurada pela Fundação Getulio Vargas (FGV) havia atingido o melhor nível desde março de 2017, porém a FGV ressaltou que ainda havia muita incerteza.

(Por Thaís Freitas)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos