Bolsas

Câmbio

Ibovespa sobe forte com retomada de esperança por reforma da Previdência

Por Flavia Bohone

SÃO PAULO (Reuters) - O principal índice da bolsa paulista subiu forte nesta quarta-feira, com a retomada de esperanças por avanço na reforma da Previdência, em meio às articulações do governo do presidente Michel Temer e também com investidores de olho no intenso noticiário de resultados corporativos.

O Ibovespa teve alta de 2,69 por cento, a 74.363 pontos, maior ganho percentual diário desde 3 de outubro (3,23 por cento). O giro financeiro somou 9,36 bilhões de reais.

O mercado acionário abriu no azul, após ter caído mais de 2 por cento na véspera, quando receios de que de que o governo poderia desistir de esforços pela aprovação da medida pesaram nas ações.

Nesta quarta, porém, declarações do relator da reforma da Previdência, deputado Arthur de Oliveira Maia (PPS-BA), perto do fim do pregão, mudaram os ânimos.

Segundo o deputado, líderes partidários vão se reunir na quinta-feira para iniciar os debates acerca do que é possível votar na reforma, que será flexibilizada para ter como foco a instituição de idade mínima e o fim de privilégios.

"A perspectiva de uma reforma da Previdência, conforme notícias de manutenção de ao menos 50 por cento da economia original proposta pela equipe econômica, tem aspecto positivo depois da decepção de ontem com a possibilidade desta reforma ficar para 2019", disse o analista da corretora Lerosa Investimentos Vitor Suzaki, acrescentando que o adiamento da reforma implicaria rebaixamento de rating do país.

DESTAQUES - PETROBRAS PN subiu 2,73 por cento e PETROBRAS ON teve alta de 2,72 por cento, num movimento de ajuste após o recuo da véspera, quando o papel preferencial perdeu mais de 5 por cento. - VALE ON ganhou 1,25 por cento na contramão dos contratos futuros do minério de ferro na China.

- GERDAU PN teve alta de 1,23 por cento, após resultados do terceiro trimestre mostrarem lucro líquido consolidado de 145 milhões de reais, alta de 52,6 por cento sobre um ano antes. Para a XP Investimentos, um dos destaques do balanço foi o fluxo de caixa livre positivo, mostrando evolução em relação aos dois trimestres anteriores.

- USIMINAS PNA subiu 8,02 por cento, recuperando-se das fortes perdas da véspera, quando o papel fechou em baixa de 8,7 por cento. CSN ON ganhou 2,86 por cento.

- TIM PARTICIPAÇÕES ON avançou 4,54 por cento, após reportar avanço de 51,6 por cento no lucro do terceiro trimestre, para 279 milhões de reais. A Coinvalores destacou que empresa tem conseguido ampliar a base de clientes pós-pagos em detrimento dos pré-pagos, o que tem trazido mais previsibilidade em sua receita e se traduzido em ganhos de margens.

- QUALICORP ON teve alta de 3,2 por cento, após reportar dados do terceiro trimestre, que mostraram lucro líquido de 113,3 milhões de reais, um salto de 52,6 por cento ante um ano antes. Segundo o BTG Pactual, as margens da Qualicorp surpreenderam positivamente, ofuscando preocupações com a receita.

- MRV ON subiu 1,96 por cento, após o resultado do terceiro trimestre, com crescimento ano a ano de 35 por cento no lucro, para 202 milhões de reais. Para o Credit Suisse, os números operacionais foram fortes, mas a atenção se volta agora para o quarto trimestre e para a nova realidade do programa Minha Casa Minha Vida.

- GOL PN avançou 12,46 por cento após informar seus números referentes ao terceiro trimestre. No período, a Gol teve lucro líquido de 327,6 milhões de reais, revertendo o prejuízo de 900 mil reais no mesmo período de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos