Bolsas

Câmbio

Shell venderá parte de fatia na australiana Woodside Petroleum por US$1,7 bi

LONDRES/SYDNEY (Reuters) - A Shell está vendendo parte de sua fatia na maior companhia independente de óleo e gás da Austrália, a Woodside Petroleum, para investidores de equity por cerca de 1,7 bilhão de dólares.

A Shell, que vem lentamente reduzindo sua participação na Woodside, disse nesta segunda-feira que sua unidade Shell Energy Holdings Australia Limited (SEHAL) chegou a um acordo com dois bancos de investimento para vender 71,6 milhões de ações da Woodside por 31,10 dólares australianos (23,79 dólares) por papel.

O anúncio ocorreu após o fechamento dos mercados na Austrália, com as ações da Woodside fechando em queda de 1 por cento, a 32,24 dólares australianos.

Após a conclusão da venda, a SEHAL passará a ter uma participação de 4,8 por cento na Woodside.

Até o momento, a Shell vendeu ou concordou em vender mais de 26 bilhões de dólares em ativos, como parte de um programa de vendas de ativos de três anos no total de 30 bilhões de dólares, lançado após a aquisição do grupo BG em 2015.

"O produto da venda contribuirá para reduzir nossa dívida líquida", disse a diretora financeira da Shell, Jessica Uhl, em um comunicado.

A Shell já vinha se distanciando da Woodside desde antes de suas vendas de ativos. A companhia vendeu uma fatia na companhia em novembro de 2010 e outra em junho de 2014.

(Por Radhika Rukmangadhan, em Bangalore; Ron Bousso, em Londres; e James Regan, em Sydney)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos