Bolsas

Câmbio

Dólar cai quase 1% e volta ao patamar de R$3,27 com correção e exterior

Por Claudia Violante

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar fechou com queda de cerca de 1 por cento e voltou ao patamar de 3,27 reais nesta quinta-feira, com movimento de correção e seguindo a cena externa, mas os investidores se mantiveram atentos à cena política e ao andamento da reforma da Previdência.

O dólar recuou 0,90 por cento, a 3,2797 reais na venda, depois de bater 3,2690 reais na mínima do dia. O dólar futuro perdia cerca de 1 por cento nesta tarde.

"Os níveis de preços levaram exportadores a aproveitarem para vender", afirnou o operador da Advanced Corretora Alessandro Faganello.

Na terça-feira, o dólar bateu o patamar de 3,30 reais, o que acabou atraindo exportadores neste pregão, que aproveitaram a alta cotação.

O movimento de queda também foi impulsionado pelo mercado externo, onde o dólar recuava ante divisas de países emergentes, como o rand sul-africano e o peso mexicano, com o retorno dos investidores para esses ativos depois de se desfazerem um dia antes.

Apesar do movimento de correção agora, a cautela ainda era um mantra nos mercados brasileiros. Isso porque o governo do presidente Michel Temer se esforça ainda para conseguir apoio político e aprovar, mesmo que bastante desidratada, a reforma da Previdência em breve. Para tanto, Temer já prepara uma reforma ministerial.

"O governo está meio errático nas comunicações sobre a reforma ministerial, o que traz cautela", disse o gerente da mesa de câmbio do banco Ourinvest, Bruno Foresti.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos