Bolsas

Câmbio

Reino Unido e UE reconhecem necessidade de acordo de transição no Brexit, diz presidente do BC

LONDRES (Reuters) - O presidente do banco central britânico, Mark Carney, disse nesta quinta-feira que existe um amplo entendimento no Reino Unido e na Europa sobre a importância de se chegar a um acordo de transição para o Brexit, além de um bom consenso sobre comércio e investimento depois disso.

"O governo reconhece, parlamentares, empresas, pessoas em todo o país, as pessoas na Europa também reconhecem que é do interesse de todos ter no mínimo um período de transição para o novo relacionamento", disse Carney em entrevista à televisão ITV.

Ele disse que também há reconhecimento da necessidade de "uma parceria abrangente e aberta de comércio e investimento entre o Reino Unido e a UE no final dessa transição."

Carney há muito defende que um acordo de transição ajudará a suavizar a saída do Reino Unido da UE e reduzir o risco de um choque quando a quinta maior economia mundial deixar o bloco em março de 2019.

O progresso lento nas negociações com a UE perturba muitas empresas que alertam que, a menos que uma transição seja acordada em breve, algumas podem começar a ativar os planos de contingência do Brexit --o que pode incluir a saída do Reino Unido.

Carney disse à ITV que o banco central "fará tudo o que puder para sustentar a economia durante a transição, qualquer que seja a forma de acordo atingida, se não houver acordo ou se houver um muito abrangente."

(Por Kate Holton)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos