Bolsas

Câmbio

França avalia ampliar cortes em tributação na folha de pagamento, diz premiê

BOBIGNY, França (Reuters) - O governo francês considera mais reduções na tributação da folha de pagamento, incluindo em salários relativamente altos, mas só o fará se isso não comprometer os planos para redução do déficit orçamentário, disse nesta segunda-feira o primeiro-ministro do país, Edouard Philippe.

Nos últimos anos, a França gradualmente reduziu os tributos em folha de pagamento, mas focou os cortes principalmente para salários no piso ou em torno do mínimo.

O ministro de Finanças francês, Bruno Le Maire, argumentou que os cortes na tributação deveriam ser ampliados para salários 2,5 vezes acima do mínimo, a fim de encorajar as contratações de funcionários mais qualificados.

"Estamos prontos paa continuar com os cortes nas cobranças em folha de pagamento, incluindo para salários 2,5 vezes acima do valor mínimo", disse Philippe. "Mas apenas e só quando tivermos restaurado a situação das nossas contas públicas", acrescentou.

(Por Jean-Baptiste Vey)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos